A propósito do novo Factoide: Marquise Minhocão

A propósito do novo Factoide: Marquise Minhocão e sem julgar o esforço e a qualidade do grupo Trypitique. Parece ser mais uma cartada do urbanismo de butique. Agora virou Marquise! Por um projeto de lei sancionado na semana passada o mostrengo virou “parque Minhocão” . Vamos parar de factoides e começar pelo começo retirando o nome do ex ditador do elevado. Dois: estabelecer uma discussão séria sobre a reutilização da estrutura como um parque linear elevado ou sua demolição e revitalização da região sob o atual viaduto. Três: Avaliação de custos e benefícios e estudos de viabilidade técnicos e econômicos. quatro: Verbas públicas ou concessão à iniciativa privada?. Jogo limpo e transparente.

Ninguém aguenta mais essa prestidigitação falaciosa, onde de repente, tiram da cartola um projeto “aprovado” que só depende de recursos privados. Saudades do jogo limpo, e dos concursos de projeto, conduzidos pelo IAB e Instituto dos Engenheiros, que instigavam a criação toda a inteligência técnica da cidade. Até mesmo um plebiscito seria válido com todas as cartas na mesa!

http://casavogue.globo.com/Arquitetura/noticia/2016/03/elevado-costa-e-silva-o-minhocao-sera-100-renovado.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s