Para os detalhistas

quando a cidade era mais gentil

A foto foi tirada de alguma janela do edifício Saldanha Marinho, na rua Líbero Badaró, em direção à Paulista, e é daquelas que me fazem perder muito tempo.

Passei horas passeando pela 9 de Julho (à direita) e pela rua Santo Antônio (à esquerda), parando em cada porta, lendo os letreiros, explorando cada lugar e reparando nos detalhes. São tantos, que não vou falar deles aqui. Sugiro que vocês mesmos os procurem. É só clicar na foto que ela cresce o suficiente. Bom passeio!

A foto é de Aristodemo Becherini (1911-1985) e está catalogada na coleção do Museu da Cidade como sendo de 1950.  Mas o Fabio de Paula, que mandou a foto e sugeriu o post, desconfia que essa data esteja errada: deve ser um pouco antes, perto de 1945.

739

(Quem gostou deste post provavelmente também vai gostar deste outro.)

Ver o post original

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s